Sábado, 2 de Abril de 2011

Olá pequenos Zombis,

Descobri por estes dias, que as pessoas não precisam de dormir.

Nenhum ser Humano que se preze, perde horas de conversa e risinhos e momentos saltitantes em plenos saltos altos,para, ouçam bem dormir! Que piada!

 Ninguém no seu perfeito juizo tem necessidade de dormir... Muito menos durante as noites!

 Bem, pelo menos, é assim que a maioria dos meus compinchas de prédio pensam.

Que almas que admiro!Amo-os.

Os de cima (mesmo aqui por cima da minha casota),

que tanto estimo e até convido para o aniversário do meu cão,

têm hibernado dias a fio, sem sequer precisarem de se calar e abrir mão, ao silêncio tão desejado nestas noites.

Eles correm, saltam, riem, conversam efusivamente... chiam e chiam com as molinhas da cama.. horas a fio.

Minha gente, que energia invejável!

Eu, cá por baixo, choro.. de tristeza.

Porque também não durmo.

  Não consigo.

Estou demasiado impregnada na tristeza de os ouvir a se divertir de maneira tal..

....e eu, sozinha sem oportunidade de partilhar tamanha festa e emotividade!

Os olhos, esses teimam em fechar-se (malditos).

 Os ouvidos não deixam (atentos que só eles).

 Os poetas de cima, entoam palavras lindas de barulho, que o meu coração emprega como pronuncio de morte (breve).

Temo que por estes mesmos dias, as insónias provocadas em mim, por essas almas, me levem a remar pelo caminho escuro do FBI.

E eu que sou tão calma. Mas assim? Não poder partilhar estas festas.. transforma-me.

Digo mais: Transtorna-me.

Bati à porta, bati e bati...

 

e os

 

 Toc toc toc

 

Toc toc toc

 

Toc toc toc

 

Toc toc toc

 

 

.. não surtem resultados.

Ignoram-me.

Fingem que não existo.

Eu, reduzo-me à minha insignificância e mantenho os ouvidinhos despertos para pelo menos,

aproveitar os sons sonoros que as minhas paredes me permitem alcançar!

Vai daqui, um profundo agradecimento (a propósito das paredes), ao construtor destas casotas.

Profissional tal, que isolou, como "manda a sapatilha", muito bem tudinho isto, com palhinha nas paredes!

Amen! - As alminhas estejam com ele, onde estiver.

 

Até já!

 

 

Eu sei que ninguém teve este pensamento pecaminoso.. mas para evitar mal entendidos: os barulhos não se devem ao aspecto reprodutivo do ser humano! F***r, só se for a minha cabeça!

sinto-me
música De embalar

publicado por No Name às 04:25 | link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Desvarios recentes

A divertir-me... com... S...

2 é mau. 3 ou mais é muit...

Noite Santa

Hã? Dormir? Para quê? Gen...

Bilhetes surpresa

Cá estou eu!

Amo o meu cão

Desconfiem

Só mais um dia, como tant...

Os culpados

Estante

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

contador de acessos
blogs SAPO
subscrever feeds